Noite festiva e de grandes jogos no Ginásio Municipal de Esportes abrem o 60º Cruzeirão

Com muita festa e casa cheia, a 60ª edição do Torneio Aberto de Futsal Cruzeiro do Sul, o Cruzeirão, teve na noite desta sexta-feira (22) o seu pontapé inicial. A abertura foi marcada por uma cerimônia repleta de atrações e, embora a competição só comece de fato na segunda-feira (25), os jogos festivos foram marcados por muita bola na rede. A noite também foi de homenagens a grandes personagens das seis décadas de história do campeonato.

O dia de festa começou com um duelo entre dois times do Sorocaba Futebol de Amputados, abrindo espaço para a inclusão. Divididos entre o time de cinza e o de amarelo, o jogo teve dois tempos completamente distintos: na primeira etapa, domínio da equipe de cinza, que logo abriu 2 a 0 no placar. Já na volta do intervalo, o time de amarelo voltou determinado a buscar o resultado e chegou ao empate, forçando a decisão nas penalidades máximas. A igualdade se manteve até a última cobrança, quando Paulo desperdiçou pelo time de amarelo sacramentando a vitória por 2 a 1 do “adversário”.

Na sequência, foi a vez da molecada campeã mundial do sub-12 da ASF/Magnus enfrentar o Palmeiras. E de amistoso o jogo provou que não tinha nada, sendo muito disputado do começo ao fim. No primeiro tempo, os alviverdes abriram 2 a 0. A partida foi disputada em três períodos e, no segundo, foi a vez dos sorocabanos reagirem e encostarem no placar. No começo da etapa final, o time local voltou com o gás todo e conseguiu não apenas o empate, mas também a virada. A equipe surpreendentemente seguiu pressionando o Palmeiras e só não ampliou o marcador devido à falta de pontaria e às defesas do goleiro adversário. No final, os palmeirenses até tiveram algumas chances de empatar, mas o resultado final ficou mesmo em 3 a 2 para a ASF/Magnus.

Quem também recebeu a devida homenagem foi o secretário de Esportes, Simei Lamarca, maior campeão da história do Cruzeirão. Ele ganhou uma camisa com o número 17, equivalente ao número de edições vencidas, passando por todas as categorias — ao longo de sua carreira profissional e, também, após pendurar as chuteiras oficialmente.

Magnus Futsal x Seleção Paulista

Era a vez do elenco principal do Magnus entrar em quadra para um amistoso com a Seleção Paulista de Futsal. E se o caráter do jogo era festivo, quando o árbitro apitou, a coisa logo esquentou dentro das quatro linhas. Logo no primeiro minuto, Kevin do Magnus, e Léo, da Seleção Paulista, se estranharam e foram expulsos. Com quatro de cada lado, os visitantes se aproveitaram de um recuo de bola errado de Leozinho, que parou no fundo da rede: 1 a 0. Já no fim da primeira etapa, Pett, um dos reforços do time sorocabano para a temporada, empatou.

Na volta do intervalo, aos 3’, Gleidson aproveitou boa troca de passes para empurrar para as redes e virar para o Magnus. O jogo seguiu pegado e com boas chances para os dois lados, mas os comandados de Ricardinho conseguiram segurar a vantagem mesmo com a pressão da equipe da capital paulista, que apesar do pouco entrosamento por não ter tido tempo de treinar, mostrou consistência e levou perigo ao gol sorocabano.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *