Barueri mantém base experiente, mas conta com jovens promessas

Assim como em 2017, quando retornou à LPF (Liga Paulista de Futsal), após dois anos licenciado, o Barueri também faz uma boa campanha. Semifinalista na última temporada, a equipe da Grande São Paulo, hoje comandada pelo técnico Fabinho, conta com atletas experientes e jovens promessas.

Entre os jogadores com mais experiência na modalidade, está o ala/canhoto Fernandinho. Aos 29 anos, o atleta começou a jogar na categoria infanto do São Paulo FC e neste ano, é um dos destaques do elenco. O ala diz como é jogar na LPF.

“Um campeonato mais equilibrado a cada ano que passa. Além disso, as equipes estão ficando mais qualificadas e por conta disso o campeonato fica mais forte”.
Sobre o Barueri, Fernandinho afirma que um dos pontos fortes do time dentro de quadra é a disciplina tática.
“É um time que ficou quase com a base do ano passado, e só tem a cresce por conta disso. É uma equipe que gosta de jogar com a bola, e não se abdica do jogo e muito boa tecnicamente! Temos um grupo bom desde o treinador e comissão e isso ajuda muito para nosso elenco”.

Novos talentos

O ala/pivô Gu, ainda na categoria sub-20, começou a jogar futsal no CATS (Clube Atlético Taboão da Serra) e, aos 20 anos de idade, vê a LPF como campeonato de alto nível.

“A LPF é muito competitivo, em que todas as equipes estão bem estruturadas, com excelentes atletas e com isso fica um campeonato bom. Estamos em uma média boa, vamos para 9ª rodada com duas derrota e sete vitórias”.

Aos 18 anos, o fixo Bryan chegou ao Barueri após defender as cores do CATS. Em sua estreia na LPF, Bryan diz que tudo é um grande aprendizado, uma vez que também atua na categoria sub-20.

“Nesta minha primeira LPF estou tentando aprender o máximo possível. Quanto ao sub-20, nosso time tem grandes chances de chegar nas finais com um futsal de alto nível”.

O atleta diz ainda quem é sua principal referência dentro das quatro linhas: “Minha principal referência é o Leandro Rosa, que também atua no Barueri. É um jogador muito bom, me identifico muito com ele mesma posição em quadra e espero chegar no mesmo nível dele”.

Fotos: Gilberto Santos e Myuki Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *