FIFA.COM ENTREVISTA CAPITÃO DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE FUTSAL RODRIGO HARDY

Hoje, 22/01, o site FIFA.com divulgou a entrevista que fez com o capitão da Seleção Brasileira de Futsal, o fixo Rodrigo Hardy que atual também na equipe Magnus Futsal, da cidade de Sorocaba.

A conversa cedida pelo “Capitão”, como é conhecido o fixo de 35 anos ao site, foi um papo descontraído sobre momentos importantes do atleta e algumas projeções sobre a Copa do Mundo de Futsal da FIFA que ocorrerá na Lituânia neste ano.

Rodrigo é um fixo muito acima da média, um dos melhores do mundo na posição, mesmo atuando defensivamente ele acabou de ser artilheiro da Liga Nacional  pela terceira vez e marcou 95 gols em 145 internacionais.

Mesmo perdendo a final para o Pato Futsal em dezembro de 2019, a equipe Sorocabana conquistou a terceira Copa Mundial Intercontinental de Futsal na Tailândia em setembro, vencendo o S.C Corinthians Futsal nas semifinais e o Boca Juniors na final. Rodrigo marcou o primeiro gol nas duas partidas.

“O Boca eliminou o Barcelona nas semifinais e tem ótimos jogadores, então sabíamos que seria um jogo muito difícil”, disse ele. “Sempre tive o desejo de assumir responsabilidades e sofrer penalidades. Penso que, como jogador experiente e capitão, é meu dever. Foi meu quarto título mundial [clube] o terceiro com o Magnus, então fiquei encantado”, contou Rodrigo.

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por rodrigoha (@rodrigoha) em

 

O Brasil, cinco vezes campeão da Copa do Mundo de Futsal, e a Argentina campeã na Colômbia em 2016, vão dar inicio as eliminatórias  sul-americanas para a Lituânia 2020, são quatro vagas disponíveis, as equipes devem se enfrentar na final.

“O treinador deles na última Copa do Mundo revolucionou o futsal argentino”, disse Rodrigo. “Eles são um ótimo lado. Eles têm ótimos jogadores, mas também sabem jogar o jogo”.

“O restante das equipes sul-americanas está melhorando dia a dia. Teremos que jogar muito bem para nos qualificarmos.”, disse novamente o fixo.

 

“Sabíamos o quão bom o Irã era, mas foi realmente perturbador porque estávamos 2 a 0, 3 a 1, nunca ficamos para trás e perdemos nos pênaltis”, disse Rodrigo.

“É realmente difícil permanecer na seleção brasileira. O Brasil poderia colocar quatro, cinco equipes que poderiam competir na Copa do Mundo. Mas naquele momento eu disse a mim mesmo: ‘Vou fazer absolutamente tudo para jogar em outra Copa do Mundo’. ”

Falcão marcou três gols naquele jogo contra os iranianos, onde disputou sua partida final na Copa do Mundo de Futsal.

“Falcão é o melhor jogador do mundo”, disse o homem que o sucedeu como capitão do Brasil. “Sem dúvida. Ninguém nunca vai chegar perto dele.

“Ele quebrou muitos recordes, conquistou tantos títulos, fez jogadas que outros grandes jogadores nem sequer podem sonhar. Ele revolucionou a maneira como a mídia trata o futsal”, concluiu Rodrigo.

 

Mesmo sem Falcão, Rodrigo está confiante, no entanto, nas chances do Brasil na Lituânia 2020.

“A Argentina é muito boa”, disse ele. “A Rússia tem grandes jogadores. Éder Lima é um assassino na frente do gol”.

“Espanha é Espanha – temos uma grande rivalidade com eles, muitos brasileiros jogam lá. Os espanhóis aprenderam com os brasileiros, mas agora eles têm uma ótima equipe. O Irã é forte. Portugal com Ricardinho, você não pode descartá-los.

“Ricardinho continua ganhando o prêmio de Melhor Jogador do Mundo, mas o Brasil também tem jogadores de destaque: Gadeia, Dyego, Pito, Ferrao, Leandro Lino, Guitta, Leozinho, que tem sido uma revelação.

“Acho que é isso que diferencia o Brasil. Temos 14 grandes jogadores. O problema que o técnico Marquinho enfrenta é que ele tem 14 jogadores acostumados a ser decisivos para seus clubes. Alguns de nós terão que correr, o trabalho do burro.

“Mas estamos muito unidos, muito fortes e tenho certeza de que chegaremos da melhor forma possível para tentar trazer o título de volta ao Brasil”, finalizando o Capitão da Seleção Brasileira de Futsal.

Informações obtidas do site oficial FIFA.com, na matéria postada com o capitão da Seleção Rodrigo Hardy.
Foto: imago images

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *