“ONDE TUDO COMEÇOU”: “Eu gostava muito de jogar bola, certo dia fui convidado para defender o Hebraica, desde então não parei mais”

Ex-Ala, o homenageado desta sexta-feira do “Onde tudo começou” é Roberto Rosenthal, 71 anos, mora na capital paulista e atuava como advogado, mas atualmente está curtindo a merecida aposentadoria, confira:

INÍCIO
Roberto nos contou um pouco do seu início de carreira no futebol da bola pesada, o ex-ala atuava tanto pela esquerda, quanto pela direita.

“Eu já frequentava o Hebraica, gostava muito de jogar bola. Certo dia, fui convidado a jogar pela equipe de Futsal, daquele dia em diante eu não parei mais”, contou o ex-ala.

TÍTULOS
– 1x Campeão Estadual
– 1x Campeão Brasileiro Inter-Seleção
– 1x Campeão Brasileiro Universitário

TIMES
– Hebraica
– S.E Palmeiras
– Banespa
– Círculo Militar

FORA DAS QUADRAS
O ex-ala, assim como muitos outros atletas do futsal, dividiam a vida do esporte com outros empregos e com os estudos.

“Quando eu jogava também frequentava a faculdade, de 1969 a 1973, eu cursava direito, quando comecei a trabalhar em um escritório de advocacia. Ao me formar, continuei trabalhando neste mesmo escritório, onde, no ano de 1988, montei meu proprio escritório e trabalhei até me aposentar”, contou Roberto.

PERSPECTIVA NO ESPORTE

“No período de tempo em que eu jogava o futsal, não tinha muita mídia, nem era televisionado. Hoje em dia, os jogos passam na tv, a visibilidade é maior, eu acho que o futsal esta seguindo seu curso”, contou o ex-ala.

HISTÓRIAS
“Não me recordo de uma situação engraçada que tenha ocorrido comigo, mas lembro de um momento da minha carreira, onde levei o meu primeiro e único cartão vermelho na carreira como atleta. Na minha adolescência, por volta dos 12 ou 13 anos, um adversário caiu em cima de mim, em uma queda acidental, fomos os dois expulsos sem que nada justificasse o cartão vermelho” contou Roberto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *